No último domingo (05), a empresária Taynara Diniz relatou ter sofrido uma suposta agressão de 5 seguranças na casa noturna Villa Mix, em São Paulo.

Em seu Instagram, a mulher relatou detalhadamente a agressão feita pelos seguranças no interior da casa noturna:

https://www.instagram.com/taynaramdiniz/p/BxIr_LTg3xE

Segundo a empresária, após uma discussão ela teria sido levada para uma sala com 5 seguranças, onde foi agredida com socos e chutes.

Nota da Empresa

Na terça-feira (07), a empresa licenciada da marca Villa Mix, a “JHLS lanchonete e choperia” se pronunciou também no Instagram detalhando partes do acontecimento e repudiando violência, mas acabou apagando a sua conta da rede social.

Dois dias depois, no dia (09), quinta-feira, a empresa responsável pela marca Villa Mix, soltou uma nota de repúdio em seu Instagram e também a suspensão temporária da licença da “JHLS lanchonete e choperia” para usar a marca “Villa Mix”.

Outro Lado da História

Porém, outro lado da história anda surgindo nas redes. Muitos usuários postaram vídeos e conversas, onde alegaram que casa teria editado os vídeos do circuito interno de segurança. Criaram uma conta anônima no Instagram para expôr ambas as partes e nesta mesma conta, há vários relatos de pessoas que supostamente estavam presentes no momento do acontecido:

https://www.instagram.com/p/BxS0QpEF5ul/

A história ainda não teve uma conclusão, mas a polêmica parece prosseguir. Comentários a favor e contra são encontrados facilmente nos posts das páginas acima.

Nos resta aguardar o julgamento dessa história, certamente com grandes prejuízos para todos os envolvidos.